#Club&Casa Home – Espaços separados para o office e para a residência são a tônica do projeto de retrofit em sobrado de 1950

Acessos distintos dividiram os espaços de moradia e trabalho no imóvel de 320 m², localizado no bairro Campestre, em Santo André.

Fotos: : Guilherme Uemura/Divulgação

A área social foi totalmente integrada. As paredes foram removidas, readequando os pilares. Tudo isso para integrar salas de TV e de jantar, cozinha e áreas de café e de leitura. A cor cinza, predominante, dialoga em unidade visual.

Transitar de casa para o trabalho e do trabalho para casa num mesmo lugar foi o briefing do casal proprietário de um sobrado datado de 1950, no bairro Campestre, em Santo André (SP).

A arquiteta Bruna Bittencourt assumiu o desafio do projeto de retrofit na propriedade de 320 m² e, logo na entrada principal, criou acessos distintos para as áreas de residência e de trabalho, detalhe que muda e impacta diretamente o clima específico de cada local.

Na ala residencial, pilares foram readequados e paredes removidas para integrar salas de TV e de jantar, cozinha e áreas de café e de leitura. Um confortável sofá em L é o toque acolhedor do espaço, além da decoração com a dupla de quadros Mar Marcante, do artista Pedro de Abreu Libanio.

Para o uso dos filhos durante as férias no Brasil, dois quartos foram ligados a um único banheiro. Na suíte principal, há um acesso ao terraço, novo espaço criado a partir da remoção do antigo telhado e que concede uma vista natural.

O escritório, por sua vez, é um espaço reservado, clean e sereno. O local possui marcenaria em MDF Saara (Romanzza) que engloba armários e mesa de trabalho para um ambiente funcional e organizado. Neste projeto a cor predominante em todos os espaços foi o cinza. Toques de tons terrosos trouxeram o calor e um contraste interessante no décor.

A suavidade da tinta Bem Estar, de coloração salmão, preenche a parede ao fundo do home theater. 

Tons terrosos e o rose gold, abrem o contraponto com as cores sóbrias da área social. Destaque para o duo de pendentes Song Ilumine Light com cúpula de vidro cobre de 40 cm de altura, que realiza o projeto luminotécnico. Corrente decorativa é detalhe central da mesa.

Ainda na sala de jantar, encontra-se a mesa Paraty, com base de madeira de cor mel e tampo laqueado em branco, oito cadeiras estofadas e com pés também de madeira.

Detalhes do bar, adega e cantinho de café. Tons terrosos fazem o contraponto com as cores claras como branco e cinza predominante.

O porcelanato que imita madeira Tavola Be Nat, da Portinari, determina a transição da área social para a cozinha

Armários superiores em MDF Branc, inferiores em MDF Cairo (ambos da Romanzza Anália Franco) e bancada em U, confeccionada em pedra Meraki, com acabamento polido, ambientam a cozinha. Na parede ao fundo, o patch Twenty Deluxe Light, da Decortiles, acrescenta delicadeza. Louças e metais, são da Horus Acabamentos.

No dormitório da filha, o papel de parede que emula tijolinhos cor de rosa (da Manolli) tem um ar romântico que contrasta com a modernidade da cabeceira preta em MDF, com textura de linho.

No banheiro da suíte da filha há dois espelhos sobrepostos: o redondo é um modelo Adnet, um clássico do design, com alça de couro.

Resguardada por um escultural painel usinado, a área de leitura tem parede com bricks, dupla de poltronas Rossi, com braços de metal e madeira freijó, e mesinha de apoio Mini Apolo, com base cônica, apoiador tubular cor de cimento e bandeja com borda alta de madeira no tom amêndoa.
O estilo rústico invade o lavabo, que harmoniza o Mosaico Ônix aos cobogós Reto Xis Esmaltado Branco, que permitem a circulação de ar, e ao espelho Adnet, com sua tira de couro. A bancada é de quartzo cinza e, logo abaixo, a prateleira é de MDF Bali (Romanzza Anália Franco).

Resguardada por um escultural painel usinado, a área de leitura tem parede com bricks, dupla de poltronas Rossi, com braços de metal e madeira freijó, e mesinha de apoio Mini Apolo, com base cônica, apoiador tubular cor de cimento e bandeja com borda alta de madeira no tom amêndoa. 

No banheiro da suíte a predominância é para os tons cinza. O revestimento do box confere movimento ao ambiente clean.

Um dos quartos dos filhos, que é usado apenas nas visitas periódicas deles ao Brasil. Decoração que harmoniza com os demais ambientes da casa.

O banheiro dos filhos que interliga os dois quartos. Revestimento em tijolinhos e detalhesem preto trazem um ar moderno para o cômodo.

Bruna Bittencourt

Bruna Bittencourt
@brunabittencourt.arquiteta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.